PILENTUM TELEVISION EM PORTUGUÊS

Os vídeos de Pilentum Television.

June 13, 2019

Viagem na cabine do trem no mundo em miniatura na maquete de ferreomodelismo Hans-Peter Porsche Traumwerk em escala HO

Viagem na cabine do trem no mundo em miniatura na maquete de ferreomodelismo Hans-Peter Porsche Traumwerk em escala HO

Este é a maquete ferroviária do Hans-Peter Porsche, uma exposição permanente para o ferreomodelismo ou modelismo ferroviário no sul da Alemanha, chamada “Traumwerk Porsche”. A maquete dos trens miniaturas foi construída em escala H0 e tem uma área de exposição de mais de 400 metros quadrados. Neste vídeo, a Pilentum Televisão apresenta todas as linhas ferroviárias do ponto de vista do motorista (viagem na cabine do trem). Vamos experimentar a Áustria, Suíça e Alemanha, bem como montanhas, pontes e vales.

May 2, 2019

Uma das pontes ferroviárias mais detalhadas para trens miniaturas em escala H0

Uma das pontes ferroviárias mais detalhadas para trens miniaturas em escala H0

Na cidade de Roterdão na Holanda, há uma ponte ferroviária muito famosa. A ponte é chamada “Delfshavense Schiebruggen”. Esta ponte ferroviária é uma ponte levadiça de aço duplo. Normalmente, a ponte só abre à noite para o tráfego de navegação. Porque esta ponte ferroviária é um marco histórico, esta ponte foi um desafio para uma nova maquete ferroviária em escala H0 para os membros do clube holandês, chamado “MaasBuurtSpoor”. A paisagem detalhada foi reconstruída quase em perspectiva. Embora haja até mesmo ciclistas, barcos e outros detalhes, o foco está na ponte ferroviária. A ponte consiste em duas pontes levadiças inclinadas uma ao lado da outra. Essas pontes são colocadas diagonalmente ao longo da linha férrea. A ponte em miniatura tem as mesmas funções que a ponte original. Os trens são controlados por um sistema de computador digital. O controle do trem é realizado pelo programa “Koploper” e os circuitos de detecção de blocos são baseados em um sistema S88.

April 26, 2019

Maquete de ferreomodelismo em escala TT com locomotivas a vapor da Pomerânia

Maquete de ferreomodelismo em escala TT com locomotivas a vapor da Pomerânia

Esta maquete ferroviária foi construída por um clube de ferreomodelismo de Dresden, Alemanha. Na Alemanha Oriental, a escala TT era muito popular para trens miniaturas - tanto hoje quanto naquela época. Portanto, os membros do clube decidiram reconstruir uma antiga linha ferroviária na antiga província prussiana da Pomerânia em escala TT. Esta linha ferroviária prussiana foi chamada de “Franzburger Kreisbahnen”. A característica especial desta maquete é o material circulante ou material rodante: Originalmente, esta linha ferroviária prussiana não foi construída em bitola estreita, mas em bitola métrica. Portanto, os principais problemas foram as locomotivas a vapor, porque não há material rodante em bitola métrica para modelismo ferroviário em escala TT. As locomotivas, que foram construídas à escala N, foram reconstruídas para locomotivas à escala TT (bitola métrica). Na maquete podemos descobrir uma atmosfera típica da Alemanha Oriental. Existem pequenas estações de trem e fazendas. Todo o cenário apresenta a Pomerânia no passado. A abreviatura “DR” em locomotivas a vapor e vagões ferroviários significa “Deutsche Reichsbahn”, ou seja, a empresa ferroviária na Alemanha antes da Segunda Guerra Mundial ou a empresa ferroviária na Alemanha Oriental.

April 26, 2019

Trens de brinquedo e trens velhos pela Marklin, Lionel e Bing em uma maquete em escala O

Trens de brinquedo e trens velhos pela Marklin, Lionel e Bing em uma maquete em escala O

Quando o uso de eletricidade nas residências se tornou mais comum no início do século XX, os trens de brinquedo elétricos ganharam popularidade. Os trens de brinquedo diferem daqueles usados no ferromodelismo, pela ênfase no durabilidade e resistência, ao invés na precisão e fidelidade ao protótipo original. Os trens velhos, apresentados neste vídeo, foram produzidos pela Marklin, Lionel e Bing entre 1930 e 1950. Naquela época, no entanto, esse modelos de trens eram “brinquedos de luxo”, em chapas de metal estampadas, perfuradas e litografadas. Esse é um período em que esse material que reproduzia trens verdadeiros, é encarado como brinquedos, e não como modelos, não havendo nenhum compromisso com o realismo e os detalhes. Os modelos mais populares naquela época, eram “reproduções livres”, ou seja, não havia nenhum rigor ou compromisso com a exatidão das reproduções. A maquete mede 12 metros x 3 metros.